Massagens

Para combater a correria e o stress do dia a dia, nada melhor do que uma massagem para relaxar!

Massagens

 

 

A massagem é uma prática milenar na qual se aplica força ou vibração sobre tecidos macios do corpo, como, por exemplo, músculos, tendões, ligamentos, articulações e tecidos conectivos. Dessa forma é possível estimular a circulação sanguínea, a mobilidade, elasticidade e aliviar determinadas dores. É um tipo de terapia que pode ser aplicado em qualquer região corporal.

 

 

Tipos de massagens

 

 

No Giacomo Cabeleireiros são utilizadas algumas técnicas de massagem para combater o estresse do dia a dia. São elas:

 

  • Massagem relaxante: é um método que mistura movimentos firmes e suaves sobre o corpo. Assim, estimulam a produção de hormônios relaxantes, como ocitocina, que melhoram o estresse e a sensação de medo. Além disso, melhora a elasticidade dos músculos, diminui o cansaço físico e mental e elimina toxinas e resíduos metabólicos;

 

Drenagem linfática (ou clássica): é uma técnica suave que estimula o sistema linfático a trabalhar em um ritmo mais acelerado. É bastante utilizada em pós-operatórios, na retenção hídrica e no relaxamento, por exemplo.

Benefícios 

 

As massagens produzem efeitos mecânicos, psicológicos e fisiológicos no ser humano. Conheça as especificações de cada um:

 

Efeitos mecânicos

 

Os movimentos de compressão, fricção, tração, pressão e estiramento provocam os efeitos mecânicos no corpo. Consiste, principalmente, em estimular os tecidos através de uma pressão ritmicamente aplicada. Desse modo, comprime os tecidos moles e altera a rede de receptores nas terminações nervosas.

 

Efeitos psicológicos

 

Destaca-se, sobretudo, o relaxamento físico, alívio da ansiedade e tensão, sensação geral de bem-estar e conforto, estímulo sexual e da atividade física. 

 

Efeitos fisiológicos

 

O ato de manipular a pele e os tecidos subjacentes exercem um efeito no fluxo sanguíneo e linfático nos locais tratados. Os efeitos fisiológicos incluem, por exemplo, aumento do fluxo de nutrientes, estímulo do processo de cicatrização, aumento da extensibilidade do tecido conjuntivo, aumento dos movimentos das articulações e estímulo das funções anatômicas.